terça-feira, 30 de junho de 2015

Ensinando a pensar Um método para estimular a inteligência das crianças


Há 25 anos Myrna Shure, professora na Universidade de Ciências da Saúde da Filadélfia, vem aplicando em grupos experimentais, nos Estados Unidos, um método que desenvolveu para que pais e professores ensinem as crianças a pensar. Neste ano Myrna lançou um livro, Raising a Thinking Child, que é uma espécie de manual para pais que queiram estimular a inteligência de seus filhos e está entre os mais vendidos no país. É um roteiro de jogos de conversa. Pais e professores devem trabalhar algumas palavras e expressões até que elas tenham significado para a criança e seu raciocínio vá se tornando mais complexo. Algumas das palavras-chave e sugestões de perguntas para diálogos a serem explorados desde que a criança começa a balbuciar são as seguintes:

  • É/NÃO É - "Você é um menino. O que você não é ?"
  • E/OU - "Devo comprar laranjas ou maçãs? Ou devo comprar laranjas e maçãs?
  • "POR QUE - "Por que você acha que é importante usar cinto de segurança?"
  • IGUAL/DIFERENTE - "O que estas duas bolas têm de igual e o que têm de diferente?" Você consegue fazer coisas diferentes, como sentar e pular, ao mesmo tempo?"
  • TRISTE/FELIZ - "O que sente uma pessoa que está chorando? Como você sabe?" "Como você está se sentido agora?"
  • AGORA/DEPOIS - "À tarde a mamãe tem de trabalhar. Você quer assistir à televisão agora ou prefere brincar com a mamãe e deixar a TV para depois?"
  • ALGUNS/TODOS - "Neste jardim todas as flores são vermelhas ou há algumas amarelas?"
  • ANTES/DEPOIS - "Eu mexo o leite com a colher antes ou depois de ter posto o chocolate em pó?" "Você bateu no menino antes ou depois dele ter lhe xingado?"
  • BOA HORA/MÁ HORA - "Como você acha que eu me sinto quando estou conversando e você me interrompe? Esta é uma boa hora para você falar comigo?"
Fonte: UNESP

sábado, 27 de junho de 2015

Dr. Evangelos Katsioulis' Interview

You are the most intelligent person  in the world, with an IQ 205, recognized by different  societies of high IQ.

1 ) How does your mind work?
We are curious about the unique way you look at the world, how do you see  things, people and contexts in a different  way than the average person? How do you perceive the wholeuniverse? How is to be a genius?What is a genius in real world?

Thank you for your kind words. However, I have the feeling that I am rather myself than any entitled creature. As far as I could respond to such a question, I would say that I do enjoy being observative, relating facts with possible causes, analyzing available information or guessing missing data and responding quite faster comparing to most people around me. As you may have already figured out, that could be both a benefit and a disadvantage depending on the outcomes of the thinking process.
There are only a few important things in life and the top one is the realization that we also are biological entities with some more brain and accompanying abilities comparing to the rest living beings. There additional mental abilities, part of which may contribute to the perception of the soul, may be the cause that we complicate things and lower our life quality. Evolution offered us the abilities, which we most use for any purpose other than our happiness. We think a lot and we do much less than we can do. We procrastinate, we rationalize and we surrender our freedom and life to the service of higher goals missing the most important element of our life, our time.
We still miss a lot regarding the understanding of the universe, its creation and any purposes behind that. If your question targets my believes about God existence, then I could say that it seems to me that there is a rather high possibility that a hierarchically higher to mortal humans entity should exist. This could be named God, Physics laws or anyhow else.
A genius should be a mentally gifted person, who can use his/her abilities for accomplishing any of his/her goals the most efficient and less time- and energy-consuming manner. Information process depth and speed, abstract thinking, extraction of useful outcomes out of any condition, imagination, creativity and efficiency may also characterize the everyday life of a genius.

2) How do you describe your background, your skills and your work?
You have a lot of intellectual skills, including mathematical abilities. How is to work in  a profession which deals more with people, feelings, psychological issues than  pure hard science?Why did you make this choice ?Were you an unusual child in your infancy?
As you are already aware, I am currently working as a psychiatrist, psychotherapist. My main passion is communication and expression by any means. Given all the above, psychotherapy is an everyday challenge for me, professionally and personally, which I enjoy the most. Writing is a old habit of mine and I intend to publish my thoughts and ideas really soon.
As a child, I can recall myself being very curious about almost anything. I had fun reading books from early age, when painting was my passion. On later life stages, I left the brush and grabbed the pen.

3)Tell us about the topic  “ Intelligence”.
 In your personal definition , what is intelligence? Where comes from your intelligence?  Is it possible someone becomes more intelligent up to genius level? Are there techniques or tools anyone can use to increase his or her level of intelligence? What do you recommend?
Intelligence is mainly inherited from our parents. To be more accurate, intelligence genes provide only the wide range of intelligence performances, available to each one of us. The exact intelligence performance anyone could achieve at any stage in his life is the resulting effect of both the genetic background and the environmental influences. The more anyone uses his brain, the higher his intelligence could advance within the genetically predefined range. It is the exact same thing that happens with our bodies. The most we physically train ourselves, the more we progress and develop physical abilities. The same goes with the brain. The more we use it, the better it becomes.
The only advice I could offer to anyone, is to use his mental abilities the most interesting and challenging manner he could. There is no way that anyone can progress and advance high enough focusing on an uninteresting or boring field.

4) There is a agreement  that “knowledge is power”.
In our current days, with the advance technology ,do you agree with this phrase or not?What are the secrets in achieving more results in business, relationships or even getting a life with happiness?
Knowledge is indeed power, however nowdays there is an excess of knowledge, which may be confusing or distracting to many. I would say that today the key factor is knowledge management rather than knowledge itself. We need to detect what we are interested in and we need to find the best possible way for us to learn more about it. One more aspect in relation to the knowledge field, is that we need to first know ourselves before we reach any other person or even make any type of choice. In our times, people have no time to invest on self-awareness, appreciation and esteem and this is one of the worst possible curses of modern societies. People are pushed from early ages to choose, to succeed and to survive without having the time to realize who they really are. We can never be happy if we are not ourselves.

5) If you could choose a set of subjects for a school “curriculum” of the future
Which would they be? What would be 10 subjects more important for the future of the next generations? Why did you select them? Explain, please.
The key factors of any educational system should be to offer basic knowledge about language and maths to children, stimulate their brains, offer options to them, make them realize themselves and their preferences and present to them any available knowledge fields. Education should be preparing children to choose their interests and should never end up a boring but unavoidable period of any child life. There are plenty of national educational curriculi, which trap children into a giant labyrinth of more or less useless knowledge, numbers and facts that they will definitely forget, just because they will never use them.

6)  In my country , Brazil, people have prejudice regarding Psychiatry. They think the psychiatrist treats just “crazy people” and that “mental disorders are inventions ,from groups with hidden interests , as laboratories and doctors.”
Do you see this situation in your country and around the world too? What do you think about? And how to minimize these obstacles to provide mental health to everybody?
Unfortunately, that is the case also in Greece among many other countries. If anyone needs to visit a psychiatrist, he is out of his mind, nuts, lunatic or crazy. However, it appears that the latest generation experiences less negative thoughts against shrinks and seeks their feedback and support. We need to realizeand accept that Psychiatry is a prettyyoung medical specialty having only 65 years of existence. In the past, people, who are currently considered in need of a psychiatrist’s assistance, were isolated from society and stigmatized as being conquered by evil spirits or demons. Who can forget the fact that such ‘crazy’ people were burned in fire in Medieval ages. I have the feeling that the quality of services provided by mental health professionals would be itself the absolute argument, which will eventually make people change their minds about mental health concerns.
7) Your are a Founder & CEO of ANADEIXI (AAAA.GR), World Intelligence Network (IQSOCIETY.ORG) and 7 International High IQ Societies .
What are your general goals with this endeavor?
I strongly believe that children is our future. They deserve everything and they need to have the chance to live their lives the way they want. I took the initiative to form a voluntary group of specialists to support educational, psychological and future professional needs of younger individuals. AAAA.GR group is currently an internet-based community, within which interested parties interact and exchange useful information.
World Intelligence Network (WIN) is an international organization, which is created to support the communication and interaction needs of gifted individuals. CIVIQ, HELLIQ, OLYMPIQ, GRIQ, QIQ and IQID High IQ Societies are created to bring together people of higher cognitive abilities and offer the proper stimulating environment to develop their potentials.

8) Your work consists in different activities as Mental State Examination, Psychiatric Diagnostics, Treatment plans, Follow-up, Psychotherapy sessions, Psychodynamics, Counselling, One to One and Group settings. 
Tell us more about your approaches to clarify the public what mean all these modalities of treatment in the mental health.
My main professional and personal passion is communication and my principal interest is in psychotherapy. I use a newly innovated combination of various approaches and techniques in my everyday psychotherapy practice.To elaborate, I applyan amendment of the brief intensive psychotherapy protocols with many person-centered, cognitive, analytical, behavioral, systemic and gestalt elements. I am focused on gaining the expected therapy outcomes as soon as possible. If there is more time available, I am exploring in a more analytical manner any relevant causes and events.
Currently, I am cooperating with an online psychotherapy company, PsyCall.com, offering online therapy sessions via Skype. Telepsychotherapy may well be very popular very soon, since it eliminates many disadvantages of the traditional face to face meetings in addition to less time and resources consuming.

9) I work with  Psychopharmacology in my private practice. You are  PhD in Psychopharmacology !
 What are the importance of the medications in the treatment of mental disorders and how do you deal with the controversy involving the resistenceof  some branches ,within the psychology, for example,  in accepting this therapeutic model nowadays?
What do you think about this battle of treatments:  Psychoterapy versus Psychopharmacology?
It is a fact that our knowledge about mental health disorders,their etiology and effective treatment requires further development. We are in need of further research and elaboration of the implementing causal mechanisms of all mental health disorders. Consequently, the efficiency of the currently available psychopharmacological options is rather limited comparing to the medications used in the physical medicine. For instance, we are all aware that any combination of antidepressants may be efficient up to 2/3 cases (Star-D) and approximately the same is the efficiency of the antipsychotics. On the other hand, anxiolytics (benzos) are highly effective and therefore useful.
Having said all the above, my clear recommendation is that the combination of psychotherapeutic and at cases psychopharmacological support may be the best available practice for almost any mental health concern.

10) If you could give your best advice for the next generations about how to live the life and build a new world, what would it be in a wide scope?

Live your day as it was the last one. Prefer to act instead of thinking how to act. The most important in life is our time only and we should realize and appreciate our temporary stay in this life. Noone else but onyyourself is responsible for your life, conditions and quality. Refrain from blaming others when you haven’t yet done anything you can to make your life better. You need to find and value what you want and not count on what anyone expects from you. We came to this planet on our own and we leave it the same way. In the meantime, we may spend have some good time with people around us. 

domingo, 1 de março de 2015

REVIEW do livro “Pensamento Positivo e Lei da Atração-porque não funciona para todos ? "


          O livro do Dr. Paulo Roberto Meller é diferente da maioria dos livros de autoajuda que estão no mercado, prometendo resultados miraculosos, com uma roupagem atraente de marketing que seduz para a ambição, o desejo e  o narcisismo. Ele é uma pérola científica a ser pinçada nas livrarias. Classifico-o  como um livro acadêmico e não de autoajuda.
        O texto é científico e ao mesmo tempo mantém o seu ritmo informal, não sobrecarregando o leitor com a linguagem densa da academia. Preserva os referenciais científicos, principalmente na análise crítica dos conteúdos abordados.
       Quando vi o livro, pensei por que o autor, reconhecido ortodontista e escritor com formação multidisciplinar, selecionou esta temática: “ Pensamento Positivo e Lei da Atração”?
      No transcorrer da leitura, pude entender os objetivos. O autor tenciona aprofundar um tema que faz parte do mundo psicológico de todos nós, mas que vem sendo abordado de maneira superficial e mercadológica. Principalmente ele se propõe a ajudar o leitor a corrigir os erros mais freqüentes na aplicação dos preceitos do Pensamento Positivo e  Lei da Atração. Reconhecer esses erros e corrigi-los vai impulsionar a sua vida na direção de resultados produtivos garantidamente. Você não produzirá milagres, mas certamente produzirá milagres dentro da sua realidade pessoal. Você aprenderá estratégias para otimizar os recursos da sua mente e alinhar o ambiente a seu favor na consecução das suas metas.
     O livro é dividido em duas partes: a primeira parte é sobre os 12 erros  cometidos pelas pessoas para as quais o Pensamento Positivo e Lei da Atração não funcionam e como evitá-los. A segunda parte é como aproveitar o potencial de sua mente e produzir ações para manter-se no comando de sua vida e em busca de seus objetivos.
    Tenho acompanhado a dedicação do Dr. Paulo Roberto Meller desde a década de 80. Posso garantir que você terá nas mãos a destilação de conhecimentos testados e restados na sua reconhecida carreira como ortodontista e profundo estudioso multidisciplinar, cujo trabalho transcende o seu campo de formação profissional.
    Para mim, um requisito indispensável ao ensinar é a curiosidade insaciável para aprender. Quem ama estudar, pode ensinar com a qualidade desse amor. Isso fica evidente na trajetória do autor, na sua dedicação aos pacientes, no seu estudo constante de assuntos diversos, sempre interligados na produção de  mais conhecimento qualificado.
    Leia o livro e implemente as estratégias na sua vida cotidiana. Eduque a sua mente, não a deixe abandonada ao acaso. Ela é muito importante para que você a negligencie em sua educação, deixando-a sob o comando de estímulos que vêm da mídia, de outros pessoas ou mesmo do seu próprio pensamento não-elaborado. A leitura do livro “Pensamento Positivo e Lei da Atração” vai mudar a sua vida para melhor e lhe devolver o poder de decisão acerca do que quer alcançar no presente e no futuro.

(Marcos Ferreira, Médico-Psiquiatra, Coach e Escritor)

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Entrevista exclusiva com Joahnnes Mallow, o atual número um no Ranking Mundial de Memória

               Ele nasceu na Alemanha e é o atual número um no Ranking Mundial de Memória. Johannes Mallow, engenheiro e PhD pela Universidade de Magdebur, dedica-se a superar os limites da mente humana .Tivemos a honra de entrevistá-lo com exclusividade  para os nossos blogs no Brasil. Acompanhe a entrevista completa abaixo. O seu modo de ver as façanhas de memória vai mudar nos próximos minutos. Você pode imaginar?

               Como está a sua memória ultimamente? Johannes Mallow pode armazenar 1.080 dígitos binários em 5 minutos. Ou 2245 dígitos em 1 hora. Ou memorizar um baralho de cartas em 27,55 segundos ! E essas são apenas algumas das 20 disciplinas em que os atletas de memória demonstram as suas habilidades no Campeonato Mundial de Memória a cada ano.

1-Prezado Johannes, conte-nos um pouco sobre a sua história. Como você se interessou pelo assunto de memória e por quê?

Eu me interessei por esportes de memória primeiramente quando eu vi ,num programa de TV, um atleta de memória ensinar a uma celebridade como memorizar um número de 20 dígitos. Na Alemanha, essa celebridade é conhecida  por ser um pouco burrinha e uma vez que ela conseguiu essa tarefa de 20 dígitos,  pensei, OK, se ela pode fazer, eu também posso ;) . Então, eu fiz algumas pesquisas na internet e descobri sobre competições de memória e técnicas. Já desde o início foi muito divertido e tão fácil de melhorar que eu me tornei aficcionado por esportes de memória.

2-Sua pontuação no Campeonato Mundial de Memória é impressionante. Uma pessoa média pode pensar que esse desempenho está longe de ser possível para a capacidade humana num primeiro momento. É tudo uma questão de treinamento ou são necessários outros requisitos para alcançar esses resultados?

Acho que todo mundo pode aumentar o seu desempenho de memória se utilizar técnicas de memória. Para subir o último degrau da escada até o topo em esportes de memória, você precisa o que se precisa sempre para se tornar bem-sucedido em qualquer tipo de área: um objetivo claro, paixão, fé e amar o que faz. Especialmente nos esportes de memória ,o que foi muito importante  é que não estabeleci limites para mim mesmo. Essa foi a chave para melhorar.

3- Quanto você treina por dia ou por semana?

Isso depende se há uma competição pela frente ou não. Mas eu acho que a minha média de treinamento diário é de cerca de 10 minutos a 1 hora. Se eu estiver perto de uma competição ,pode ser mais. Talvez cerca de 10-15 horas por semana.Pode não  parecer muito, mas a coisa mais importante aqui é a continuidade. É como escovar os dentes. Eu acho melhor fazê-lo diariamente, do que fazê-lo uma vez por mês, durante duas horas ;)

4- Existem técnicas especiais para alcançar esse nível tão alto de desempenho . Você poderia compartilhar suas principais técnicas com os nossos leitores?

Há um conceito principal no mundo dos esportes de memória que todo mundo  usa: transformação! Isso significa que você tem que transformar as informações, que são difíceis de aprender, como números ou vocabulário, em algo fácil, como imagens ou histórias malucas. Se lhe contarem uma história fantástica, você realmente não tem que focalizar ou se concentrar para memorizá-la! Nos esportes de memória usamos isso. Isto é, o número 007 para um monte de gente é James Bond. Se você tem que memorizar 007 , apenas imagine James Bond. Eu desenvolvi o meu próprio sistema e agora eu tenho uma imagem para cada número de 000 a 999. Com criatividade, você pode transformar qualquer informação em alguma imagem memorável!
O segundo conceito principal é o Método de Loci.,que tem  mais de 2000 anos de idade. Aqui eu ando mentalmente através de um ambiente, que é familiar para mim, como a minha casa. Eu associo as imagens que tenho que memorizar com locais fixos. Esses locais podem ser 1- porta de entrada, 2 guarda-roupa, 3 cadeira ... Se tiver que memorizar as seguintes palavras: elefante, ovo, árvore,  imagino o elefante bater na minha porta, um monte de ovos em meu guarda-roupa e uma árvore que cresce em minha cadeira. Durante a recordação eu só tenho que trilhar o mesmo caminho novamente e as imagens vão aparecer em minha mente. Na minha opinião, essa é a técnica mais eficaz!

5- Em sua infância você foi uma criança normal ou já tinha alguns talentos ou traços em relação essas habilidades?

Talvez você devesse perguntar a minha mãe sobre isso! Mas geralmente eu era uma criança normal. Não havia nenhum sinal de qualquer talento especial na memória ou algo assim. Eu sempre fui muito interessado em coisas como jogos cerebrais ou números, mas também em outras coisas, como o futebol. Eu era uma criança curiosa. Eu não acho que fazer o que faço hoje  é uma questão de talento.

6-Você participa de vários campeonatos a cada ano. Você é um atleta em tempo integral ou trabalha com outros assuntos ao mesmo tempo?
Competir não é o meu trabalho integral ainda. Também dou palestras e seminários sobre técnicas de memória. Além disso, estou fazendo doutorado pela Universidade de Magdeburg. Eu sou um engenheiro, e pesquiso no campo de MRI (ressonância magnética).

7- Uma das queixas mais comuns hoje em dia é a de problemas de memória. As pessoas estão preocupadas com o risco de perder as suas habilidades cognitivas, incluindo o temor da "Doença de Alzheimer(DA)”. Outros enfrentam desafios em testes e em suas obrigações nos empregos e tarefas, devido à falta de memória e concentração. Você tem algum conselho a dar a eles?
Tais doenças são coisas realmente sérias e se houver indícios de que algo está errado ,você deve visitar um especialista. Mas acho que, até então, é importante manter-se ativo. Não só para o seu corpo, mas também para o seu cérebro! Em vez de se preocupar, encontre algo que o fascina ou desafia. Tente algo novo, aprenda outra língua, não importa quantos anos você tem. Vá para o museu, leia livros, jogue jogos cerebrais. Mantenha-se ativo mental e fisicamente, mas não se estresse. Se você precisar de um tempo de folga, tire tempo para você.

8-Quais são seus próximos objetivos na sua carreira? Você tem qualquer recorde para quebrar? Outras aspirações futuras?

O próximo grande objetivo no esporte de memória é ganhar o campeonato mundial de memória novamente. Essa sempre foi uma grande coisa para mim. Além de que eu quero encontrar o meu potencial. Eu quero saber do que eu sou realmente capaz quando faço um treinamento de memória mais profissional. Eu não vou para mais competições em todo o mundo só para competir, mas também para me conectar com as pessoas, para dar palestras e apresentações. Seria muito legal se eu pudesse me tornar um atleta em tempo integral e treinador nos próximos anos.

9-Você poderia nos falar sobre seus hobbies, pontos fortes e fracos e dados pessoais dos quais nossos leitores podem extrair mensagens de inspiração?

Inspirar as pessoas, dando conselhos ou algo assim é uma pergunta difícil. Mas às vezes as pessoas me dão feedback  de que eles se inspiraram quando viram a minha situação completa: desde os meus 14 anos de idade, sei que tenho uma distrofia muscular, chamado FSHD. Isso significa que os meus músculos sofrem uma deterioração no decorrrer do tempo  e há 4 anos  preciso de uma cadeira de rodas elétrica. Essa distrofia afeta o rosto, mãos, braços, pernas, tronco e muito mais. Nos últimos 19 anos teve um impacto profundo em minha vida fisicamente, mentalmente e emocionalmente e tive um longo caminho para superar as depressões e a minha visão negativa sobre a vida. Mas eu fiz isso! A vida é grande e eu não quero mudar com  ninguém mais. Encontrar algo que realmente amo fazer, foi uma coisa importante no meu caminho. Esportes de Memória me inspiraram, que há tantas coisas que eu posso fazer, não importa nenhuma doença ou problemas, e ter me tornado o campeão mundial  em 2012, me deu a impressão profunda de que Henry Ford estava certo: "Se você pensa que pode, ou você pensa que você não pode -. você está certo "

10- Você ensina seus conhecimentos de alguma maneira? Você tem um site, um livro, um curso online ou recomenda uma fonte de pesquisa adicional para quem está interessado?
Como mencionei, eu estou prestes a começar a dar mais palestras e coaching e meu site internacional e um livro planejado ainda estão por vir. Se você quiser, pode conectar-se comigo: johannes.mallow@googlemail.com.
Enquanto isso, existem alguns bons recursos na Internet, como o fórum: http://mt.artofmemory.com ,onde você encontra tudo de que precisa para começar. Também posso recomendar os livros de Dominic O'Brien, que é um ex-campeão do mundo de memória.
                                                           Leitura Dinâmica e Estudo

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015


    Paulo, antes de falarmos sobre o livro “Pensamento Positivo e Lei da Atração”, gostaríamos de saber um pouco a respeito da tua história de vida. Poderia nos falar a respeito?

   R-   Primeiro quero agradecer a disponibilidade do Dr. Marcos Sandro Ristow Ferreira, médico psiquiatra e ex-professor de psiquiatria da Universidade Federal de Santa Maria, em fazer esta entrevista. Fico muito feliz e grato por ter me prestigiado com a leitura de meu livro e, o principal, por ter gostado dele. Aos leitores de seus blogs o meu grande abraço.

   Me interessei muito cedo pelo fenômeno da Hipnose vendo meus irmãos mais velhos praticá-la, influenciados por um Irmão Marista grande amigo de nossa família, conhecido como “Irmão Vitrício”, profundo conhecedor da Hipnose e introdutor de uma técnica no Brasil trazida da França. Assim foi que me tornei um apaixonado pelo estudo e pela prática da Hipnose, bem como de tudo o que diz respeito à mente e ao cérebro. Fiz diversos cursos nesta área e também sou habilitado em Hipnose pelo Conselho Federal de Odontologia.
   Passei no vestibular de Medicina e de Odontologia, sendo que optei por Odontologia. Mesmo tendo um irmão médico e outro dentista, acredito que fui influenciado por uma aptidão minha também nessa área. Fiz um pós-graduação em Ortodontia (Bauru/USP) e também residência de 2 anos no Setor de Ortodontia do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo, em Bauru. No consultório exerço exclusivamente a Ortodontia, desde 1981.

   Como gosto muito de estudar, tive outras formações: Direito, Marketing, Psicanálise Clínica, Psicanálise Didata, Hipnose Clínica Clássica, Psicoterapia e Hipnose Ericksoniana, Hipnose Condicionativa, Parapsicologia, Programação Neurolinguística, entre outras. E continuo sempre lendo e estudando muito, fazendo outros cursos.

   O que te motivou a escrever o livro sobre esse tema especificamente, “ pensamento positivo” e “ lei da atração”. O que pretende contribuir com essa temática?

R-   É por demais sabido que praticamente tudo começa com um pensamento, e que o tipo de pensamento que mantemos está moldando a nossa vida – para melhor ou pior. O Pensamento Positivo e a Lei da Atração estão inter-relacionados, isto é, se baseiam no princípio de que nossos pensamentos têm a “tendência” de determinar nossa realidade, uma vez que o modo como pensamos determina a maneira como agimos.

    Veja bem, disse “tendência”. Não existe o “pensamento mágico” suficiente para as pessoas alcançarem “tudo” o que querem. Ouvir frequentemente de tantas pessoas, especialmente daquelas que mais precisam se ajudar, ideias erradas sobre o assunto, foi um dos motivos pelos quais resolvi ajudá-las, escrevendo o livro e mostrando os 12 principais erros cometidos pelas pessoas para as quais o Pensamento Positivo e a Lei da Atração não funcionam, e como evitá-los. Assim que só pensar positivamente pouco adianta, é incompleto, necessitam também fazer a sua parte agindo.  Em termos simples, querer (somente!) não é poder. Querer e agir bem (sim!) é poder. Somente “querer” é apenas um dos erros, no livro apresento também outros tão ou mais importantes.

    Conhecemos a Indústria do livro de autoajuda , com título variados para todos as necessidades. O que teu livro é diferente em relação a outros livros do gênero, tanto no mercado brasileiro e como no mercado mundial?

      R-    Escrevi um livro de autoajuda tratando daquilo que as pessoas em geral “querem e precisam”, ou seja, aprenderem mais sobre aquilo que diz respeito a todos nós e todos os aspectos de nossas vidas – nosso potencial mental.
              A contribuição inédita do livro é esclarecer o assunto, mostrando os erros cometidos pelas pessoas ao colocarem em prática o Pensamento Positivo e a Lei da Atração, indicando estratégias para evitá-los, bem como para aproveitarem o potencial de suas mentes para alcançarem seus objetivos. Também o livro se diferencia dos demais por conter muitas criações minhas, como o leitor pode constatar ao lê-lo.
               Disse que escrevi um livro de autoajuda, mas também fiquei feliz pelo livro ter se tornado acadêmico, com professores indicando aos seus alunos, sendo usado em grupos de estudos, indicado por profissionais da área de saúde para seus pacientes etc., inclusive tendo sido catalogado, conforme Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP), que constam no livro, em 1.Psicologia, 2.Autoajuda e 3.Sucesso.

    Se pudesse escolher três aconselhamentos para dar aos leitores interessados em ler o teu livro, quais seriam?

R-     1-  Algumas pessoas podem saber muito sobre seu celular, seu carro, suas atividades e por aí afora – e por que não sobre sua mente, que comanda sua vida?
    Um dos filósofos britânicos mais influentes, F. H. Bradley, já aconselhava com muita propriedade: “O conhecimento que mais vale a pena obter é o que envolve saber mais sobre sua própria mente”.
2-      O meu livro é inédito, ou seja, nele você vai encontrar muita novidade. Em outros termos, muita coisa que você não sabe, ou não conhece, até por que, como disse, algumas foram criadas por mim.
3-     Se o Dr. Marcos Sandro Ristow Ferreira, médico psiquiatra e um estudioso da mente e do cérebro, gostou do livro, com toda a certeza você também vai gostar!

          O pensamento positivo funciona mesmo ou não? Quais seriam os motivos para que ele funcione para algumas pessoas e não funcione para outras?

        R-    Eu diria que mais importante e producente do que o Pensamento Positivo ou pensar positivamente é o pensamento correto, adequado ou apropriado, o que, por sua vez, é positivo. Pensar corretamente não leva a resultados infalíveis, mas com toda a certeza escolhemos melhor e decidimos mais acertadamente. Portanto, simplesmente funciona!

              O porquê dele funcionar para muitas pessoas e para outras não é a razão de meu livro. Vou deixar para o leitor descobrir essas razões ou motivos ao saborear a leitura. São 368 páginas de valiosos conhecimentos...

              Para alguém que já sabe muito do que consta no livro, é também excelente para refrescar a memória. E para aqueles que acham que já sabem tudo, lembro que no livro há muita coisa que eu criei, como já disse, assim que só lendo mesmo para saber das inovações.

         O pensamento positivo parece ser um “constructo” essencialmente mentalQual a importância da mente na consecução dos resultados desejados através do pensamento positivo?
      R-     Nossa vida é feita de escolhas, e cada atitude que tomamos é tão valiosa quanto o pensamento que a gerou. Daí a importância de nossa mente ou, mais precisamente, como exploramos nossa capacidade mental para usá-la da forma mais eficaz possível.

         A ‘lei da atração” significa uma lei física? No que está embasada essa lei? Poderia nos dar exemplos?

 R-    Há inúmeros estudos que explicam como se dá o processo da Lei da Atração. Um deles diz que tudo no Universo é energia vibrante – possui um tipo de frequência vibratória e que essas ondas ou energias de mesma frequência têm a característica de se atraírem (Lei da Atração). O estudo dessas ondas é feito pela Física Ondulatória, também denominada Física Quântica.
       Simplificadamente, temos a tendência, propensão ou predisposição de atrairmos para nós a essência daquilo que ocupa predominantemente e consistentemente nossos pensamentos. Essa lei é conhecida na Bíblia através da metáfora da semeadura e da colheita: “O que semear, você colherá”.

       Quanto aos exemplos, trata-se do livre-arbítrio, que nos foi dado pelo Criador: podemos “semear” qualquer coisa, e somos submetidos a colher os resultados daquilo que plantamos.

      Apesar de a Lei da Atração ser uma “lei”, não é infalível. O que quer dizer que tem suas restrições, conforme comento no livro. Como tudo na vida, temos que usá-la com bom senso, lembrando sempre que o grande resultado se dá quando o pensamento é combinado com a ação.

   Quais as vantagens de aplicar os conhecimentos contidos no teu livro na vida pessoal, relacional e profissional do leitor? E quais as desvantagens de não aplicá-los?
     R-    A grande vantagem de ler o meu livro e aplicar os seus ensinamentos é o enorme poder transformador, fantástico, que têm seus ensinamentos de serem capazes de mudar ou melhorar, em todos os sentidos (como comentou uma leitora) a vida do leitor.
        Ao não conhecer e, principalmente, não aplicar esses conhecimentos, está deixando de aproveitar algo muito útil e proveitoso para a sua vida. No dizer de Confúcio, citado no meu livro: “Fica muito difícil ajudar aqueles que não ajudam a si mesmos”.

  Na tua vida pessoal, aplicaste os preceitos ensinados no livro e eles produziram resultados? Poderia nos dar um exemplo pessoal? Ou de alguém que conheças?
      R--     Confesso sincera e honestamente que não me acho nada inteligente. Resta-me, portanto, vencer pelo esforço. Inclui-se neste “esforço” pensamentos e ações, positivos, é claro.
                  Uma família maravilhosa, um profissional de sucesso e um livro elogiado pelas pessoas em geral e também no meio acadêmico, bastam, não precisando me estender demais.
                   Vale aqui lembrar o que escrevi na página 34 do meu livro: “... Ou, quem sabe “acham” que é devido somente ao fator sorte que as pessoas têm sucesso, e que a maneira de pensar delas não conta em nada”.

         Paulo, podemos esperar o lançamento de novos livros no futuro? Quais serão os temas abordados?
          R-      Sim, sempre gostei de escrever e estou transformando em livros aquilo que escrevi e que constam de meus arquivos.  Ademais, publicando meus livros posso me tornar mais útil à sociedade, beneficiando um número bem maior (infinito) de pessoas, ou seja, posso “ajudar o próximo” e também o que está bem longe, sentindo-me abençoado por fazer algo que pode ser importante na vida dos outros.
            Quanto aos temas, sou bem eclético, isto é, gosto de me aprofundar em diversos assuntos.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

NOVIDADES para o mês de Fevereiro

No mês de fevereiro...

1- Entrevista com o psiquiatra grego, Dr. EVANGELOS KATSIOULIS.

2- Entrevista com o ortodontista , Dr. PAULO ROBERTO MELLER, autor do livro " Pensamento Positivo e Lei da Atração."

3- Nova secção Perguntas e Respostas em Psiquiatria.

domingo, 11 de agosto de 2013

Elevando o seu QI. com

 Um novo Software promete elevar o seu QI em 20 pontos!

O nome é SMART( Strengthening Mental Abilities with Relational Training). É uma ferramenta de ensino comportamental revolucionária, desenvolvida em pesquisas de laboratório na Europa e EUA, mas agora é oferecida pela University of Ireland, chamada de Relational Frame Training Ltd.

O programa online SMART ajuda o usuário a se tornar "expert" nas mais básicas habilidades cognitivas, chamadas de habilidades relacionais. Essas habilidades são subjacentes a tudo que fazemos com nossas mentes na vida diária. Melhorando essas habilidades você terá um melhor funcionamento na escola, no trabalho, na resolução de problemas e na tomada de decisões no dia-a-dia.

A inteligência parece estar associada com algum grau de organização relacional do conhecimento, isto é, a extensão com que uma pessoa entende as coisas relacionadas a outras. E essa organização de ideias e conceitos foi visível na organização dos neurônios no córtex pré-frontal dos participantes da pesquisa, publicada no  The Science Journal Brain Research, por Kalina Christoff, da Universidade de British Columbia.

Com o investimento de 30 a 45 minutos, algumas vezes na semana, você pode melhorar uma gama de habilidades intelectuais, subjacentes a tudo que você faz na escola e na vida cotidiana. O tempo completo para finalizar o treinamento é de 8 a 12 semanas.

Abaixo veja o que o exercício promete melhorar:

1- Nível de Vocabulário
2- Pensamento Abstrato
3- Concentração
4- Alerta a detalhes
5- Melhora da coordenação visual motora
6- Raciocínio Não-verbal
7- Raciocínio Indutivo
8- Habilidade de Planejamento
9- Velocidade de Processamento de Informações
10- Análise do relação parte-todo

Os idealizadores do software são os psicólogos Dr. Bryan Roche e Dr.a Sarah Cassidy, da National University of Ireland, Maynooth. 
São três módulos com um total de 70 estágios de treinamento, com suporte online.
Os preços para usar o software variam de $ 19.95 para 1 mês, $ 79.95 por 6 meses e $ 119.95 por 1 ano.