sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Ingratidão



A Fórmula da Inteligência examina hoje o tópico Ingratidão.


Ampliando a Percepção Acurada( P): Ingratidão vem do latim ingratidutine, que significa falta de agradecimento, reconhecimento, qualidade de ser ingrato. Por que escolher a ingratidão e não a gratidão? Porque nos interessa entender a ingratidão. A gratidão é autoexplicativa. Uma pessoa grata ( do latim gratu) é uma pessoa "aprazível, suave , agradável". Uma pessoa ingrata( do latim ingratu) é uma pessoa que "se esqueceu dos benefícios que recebeu"; "que não corresponde à afeição que se lhe dedica"; alguém "desagradável", "displicente"; "que não inspira".


A Fórmula da Inteligência demonstra que a gratidão é a mãe de todos os sentimentos. Uma pessoa ingrata está acometida na sua capacidade de espressar bons sentimentos. A gratidão é o sentimento mais fugaz nas pessoas, o que levou( cinicamente) ao conselho dado pelos exploradores de aproveitar logo para pedir um benefício em troca, antes que o outro esqueça do favor. As pessoas gratas verdadeiramente não pedem nada em troca, mas têm a esperança de estarem lidando com iguais( pares). Quando descobrem que o cordeiro era lobo, decepcionam-se. Todos nós buscamos o reconhecimento por termos ajudado alguém, mas esse reconhecimento não é vazio, egóico, mas a possibilidade de ver o crescimento no outro( através de sinais de maturidade , como a gratidão). Quando a pessoa ou pessoas que foram investidas de confiança se comportam de maneira ingrata, ficamos decepcionados."Decepcionar-se é desiludir-se, isto é, curar-se de uma ilusão para sempre". A Fórmula da Inteligência revela que a maioria das pessoas são ingratas, porque estão pouco afeitas ao seu desenvolvimento mental e espiritual. Pessoas ingratas são pobres, por isso elas não podem agradecer, porque ficarão mais pobres( darão algo de si), na concepção delas. Pessoas que vivem dentro do "paradigma da escassez"( vai faltar) são ingratas, porque acham que o mundo é ingrato com elas, concedendo tão pouco. Pessoas ingratas são superficiais, porque ao alcançarem um resultado, não investigam as consequências por trás dos seus atos( as perdas), nem aplicam a Fórmula da Inteligência para ampliar a percepção, logo comprando a história mais conveniente aos seus ouvidos.


A Fórmula da Inteligência revela que a ingratidão é um marcador seguro de transtorno mental. Os psicopatas são ingratos( risos), eles nem sabem o que é isso, os narcisistas são ingratos( eu me basto), os histéricos são ingratos( eu quero fazer meu show), as pessoas com baixa autoestima são ingratas( quando eu vencer, me vingo), os pseudomorais são ingratos( eu sei o certo e o errado). Enfim existe uma gama enorme de estruturas de identidade que se comportam de maneira ingrata. A ingratidão pode ser "displicente", conforme vimos no dicionário, mas pode ser conivente com situações erradas para atingir outrem. Existe a ingratidão passiva e a ingratidão ativa. Mas todo o ingrato está vazio. " Não se pode tirar água de um cântaro vazio".


Aqui nos interessa esse marcador de imaturidade, insanidade e pequenez espiritual e psicológica. A Fórmula da Inteligência demonstra que o contato constante com a ingratidão é inevitável e devemos estar preparados para lidar com ela. Seja nas famílias, na interação social, a regra é a ingratidão. A exceção, como tudo que se destaca, é a gratidão e na gratidão estão contidas as relações humanas mais profícuas. Não gaste seu tempo com ingratos, as desconexão dessas pessoas é um bálsamo para nossa saúde e vitalidade. Pare de ajudar as pessoas sem uma análise acurada e detalhada antes, para não ajudar ingratos. A convivência com os gratos enche nosso coração, porque a humildade é infinita, enquanto que a arrogância é rasteira e rala.


A Fórmula da Inteligência revela que a ingratidão é o marcador mais fidedigno da confiança, mas nem sempre é o mais rápido. Podemos descobrir a ingratidão depois de anos. Mas utilizando a Fórmula da Inteligência não nos enganamos mais. Isso faz bem para o nosso coração, valorizar quem merece verdadeiramente! Mas os ingratos já estão demasiadamente danificados para mudarem. Alguns podem se tratar, mas a essência nunca muda.

3 comentários:

  1. Adorei sua formar de expressar o assunto e concordo plenamente,passei por uma situação de ingratidão a pouco tempo, dez anos para conseguir enxergar melhor uma pessoa ingrata, mas ao final consigo perceber que só queria um amadurecimento e que a pessoa continua vazia.

    ResponderExcluir
  2. Uau amei esse blog, muito legal!!

    ResponderExcluir